26 de junho de 2008

todos os santos - I) santiago cabo verde


cheguei ontem das férias de todos os santos. Vou começar pelo primeiro: Ilha de Santiago Cabo verde!
primeiro impacto à chegada: faz mta confusao a paisagem deste país, a água faz muita falta... olhar e ver uma paisagem quase lunar de terras vulcanicas e quase sem vegetação foi uma nova sensação para mim, e não posso dizer que tenha gostado! Deixou-me algo angustiada esta dependencia que temos da água e que felizmente nunca a senti como ali, a ver espelhada na paisagem a falta dela. Depois a cidade da praia, grande parte dela de facto é uma "cova da moura" em larga escala, exceptuando as zonas de arquitectura mais colonial e a parte "fina" da cidade onde ficámos, é disso que se trata quando se fala na cidade da praia.
Depois, e com um anfitrião de alto gabarito tudo muda, mostrou-nos ao som das mornas os encantos e recantos da ilha, as pessoas (os "nativos" e a "alta sociedade" as vivências e... vim de lá a gostar bastante de lá ter ido.
Cabo Verde (santiago) é:
- praias de areia mais escura e água quente que são autenticos ginásios ao ar livre... mto se ginastica aquele povo e muito teremos nós a aprender com eles nisso
- sol, calor moderado e vento que me trouxeram uma moleza tal que as noites se transformavam rapidamente numa luta entre mim e as minhas teimosas palpebras a fechar
- gentes simples, sem maldade e timidamente simpáticas que não se consideram africanas (o que também não sendo europeus os deixa ali numa situação de habitantes de um 6º continente?!?!?!)
- acácias que quanto mais próximas das cidades mais sacos plásticos têm... (fruto do vento, dos cães e de direi "diferentes critérios de limpeza")
- uma terra seca que os deixa desidratados de recursos sem capacidade produtiva (benditas ajudas internacionais que sem elas e enquanto o turismo não se desenvolve, não consigo perceber como seria que aquele país andaria para a frente)
- ilhas desertas que nós portugueses tivemos em tempos a ideia de povoar...

2 comentários:

tuBo em cima disse...

Mais fotos, mais fotos!! Sou chata, sim!

Olha lá, sugiro que comeces a pensar comprar um projector modernaço, com uma tela à maneira (ou usas, à noite, as telas das janelas ;) para se fazerem umas festas jantaradas temáticas, com direito a passagem das fotos acompanhadas de locução ao vivo. Cada um leva comes e bebes. Música à maneirex do ipod. Vizinhos possuidos. hehe

Na Lua da Alice disse...

olha que bela ideia essa do projector... E sim, FOTOS, MAIS FOTOS. Aquilo não era nada para uma vencedora de um prémio fotográfico...