21 de junho de 2009

Leituras que me deixam a pensar

"...
-Viveu a sua vida? Ou foi vivído por ela? Escolheu-a? Ou escolheu-o ela a si? Amou-a? Ou lamentou-a? Eis o que quero dizer quando pergunto se consumiu a sua vida. Esgotou-a?...
- Essas perguntas... sabe a resposta. Não, não escolhi! Não, nã vivi a vida que queria! Vivi a vida que me foi atribuída. Eu, o verdadeiro eu, fui encaixado na minha vida."
em "Quando Nietzsche chorou" de Irvin D. Yalon

e aqui estou eu, acabada de chegar a casa, na noite mais curta do ano, com todas as janelas da casa abertas para sentir pelo menos uma brisa fresca nesta última noite de primavera do ano (já há uns dias a cheirar a Verão)... Leio isto, e de repente sinto que temo um dia olhar para trás e dizer tudo isto que agora leio. Isto é tudo aquilo que eu não quero na vida. Mas ao mesmo tempo sei e sinto que é demasiado fácil de cair nesse erro...

2 comentários:

orquídea disse...

"Vivo sempre no presente. O futuro, não o conheço. O passado, já o não tenho"

Estão aqui por acaso?

Beijo

ML disse...

pois... é esse o ponto mesmo!
estão aqui porque são palavras inspiradoras que comvém sempre relembrar, e mais que isso VIVER.